Linux em ambientes corporativos

Linux em ambientes corporativos

Que o GNU/Linux é um projeto importante todos sabemos, mas muitas vezes desdenhamos do mesmo sem dar ao menos uma chance a ele. Isso acontece também no ambiente corporativo, devo dizer que isso pode significar muito.
Hoje fui questionado por uma estudante de administração sobre o que é o Linux e sobre as vantagens e desvantagens de se possuir o mesmo em uma empresa.
As distribuições (assim chamadas as variações do GNU/Linux) em sua maioria são alternativas aos SO's (Sistema Operacional) proprietários como o Mac OS e Windows.
Houve uma época em que o Linux era discriminado por que era difícil de se usar, que necessitava de conhecimentos técnicos e que não possuía versões dos aplicativos mais conhecidos. Estas entre outras argumentações não tem mais embasamento.
Hoje o Linux já tem espaço quase que garantido entre as empresas através dos servidores.
Possui todas as vantagens dos SO's proprietários, as citadas anteriormente e várias outras.
Entre as desvantagens está a falta de suporte de algumas fabricantes de software e hardware e o tempo reaprendendo a usar o computador.
O que posso dizer é que o Linux está presente em nosso dia-a-dia, seja no Smartphone (Android) ou na internet através dos servidores web, logo, dar uma chance ao mesmo não chega a ser algo desagradável, pelo contrário pode chegar a ser uma das melhores experiências que você fará.
A migração para o linux hoje não chega a ser dolorosa temos ótimos softwares, sendo alguns já conhecidos e usados por nós como o Skype, Spotify, Firefox, Chrome, Adobe Reader, AVG, etc.
Como escrevi anteriormente existem no blog muitas distribuições para se escolher para usar na educação. Mantenho minha opinião sobre as distros citadas na postagem como sugestões para se usar no ambiente corporativo.
Como já vimos o Linux não é mais um sistema para nichos e limitado, por isso vale a pena considerar seu uso no ambiente corporativo.

Voltar